Um estudo de neurologia de Harvard que estuda desordens do espectro do autismo envolveu estímulo de áreas específicas do cérebro com energia magnética. As correntes elétricas resultantes iria aumentar ou inibir determinados circuitos cerebrais.

Pessoas com perturbações do espectro do autismo muitas vezes têm dificuldade em compreender o ponto de vista ou estado de espírito dos outros. Uma manifestação disso é a incapacidade de reconhecer emoções de outras pessoas. Sabendo-se disso, os pesquisadores tentaram eletromagneticamente inibir uma parte do cérebro de um paciente, que é responsável por suprimir reações emocionais – algo que é necessário, por exemplo, quando você tem que continuar com alguma tarefa, apesar de se sentir terrivelmente triste ou assustada.

O resultado foi que de repente ele foi capaz de sentir uma resposta emocional à música. E, de particular interesse aqui, ele foi automaticamente capaz de reconhecer emoções de outras pessoas, o que sempre havia sido uma espécie de ponto cego para ele antes. Este resultado levantou a possibilidade intrigante de que o défice emocional do espectro do autismo não é a falta de capacidade intrínseca emocional, mas a hiperatividade dos circuitos do cérebro que são chamados a suprimir emoções quando necessário.

Ao ouvir isso, algo me fez pensar sobre o quanto de poker de sucesso depende de ser capaz de entrar os pensamentos e emoções de outros jogadores. É uma habilidade humana em geral, que é tão natural para a maioria de nós que raramente pensamos sobre isso, mais do que a maioria de nós pensar em ser capaz de andar.

Está Gostando do Artigo ? Assine nossa Newsletter, mantenha-se sempre atualizado e aumente seus lucros no Poker.

Receba notificações de cada nova publicação no seu e-mail, em primeira mão.

Lendo as emoções dos outros no Poker

Na série de TV Star Trek: The Next Generation, os personagens principais frequentemente jogam poker juntos. Um dos personagens, conselheiro da nave Deanna Troi, é meio-humano, meio-Betazoid (uma espécie humanóide com habilidades telepáticas). Por causa de ter um pai humano, ela não é realmente telepática, mas apenas empática, capaz de perceber com a sensibilidade requintada as emoções dos outros.

Alguém poderia pensar que ela tem uma vantagem distinta no poker. Ser capaz de sentir a força ou fraqueza, ou de confiança ou medo, em seus oponentes deve permitir a ela se distinguir de forma confiável blefes de apostas de valor, e saber se seu oponente tem uma mão fraca o suficiente para que possa ser blefado. Infelizmente, o show nunca disse nada sobre como isso afetou sua capacidade de jogo de poker, por isso apenas podemos especular.

Temos, no entanto, exemplos de jogadores que estão no outro extremo desta escala, em ser capaz de sentir as emoções dos outros, isto é, aqueles com transtornos do espectro do autismo. Eles são menos capazes do que a média de ver uma situação através dos olhos de outra pessoa, e menos capaz do que a média para ler corretamente as emoções dos outros.

Um desses jogadores é um amigo meu, Tony, que tem um blog sobre seus sucessos de poker e fracassos. (Estou revelando nenhum segredo, ele está aberto sobre seu diagnóstico de síndrome de Asperger.).

Tony é um jogador competente, capaz de vencer muitos turistas em Las Vegas e arrecadar dinheiro suficiente para ter-se mantido financeiramente bem por muitos anos. Mas lendo histórias de mão em seu blog, torna-se claro que ele tropeça entre “Nível 2” e “Nível 3” de pensamento no poker. Veja (Níveis de Pensamento)

O Nível 3 é tipicamente descrito como sendo um situação aonde você entende o que um adversário pensa que você tem e o que você está fazendo. Exige colocar-se atrás dos olhos do outro jogador, sabendo que o jogador está percebendo sobre você. Quando Tony descreve o que ele pensava que outro jogador estava pensando, muitas vezes é óbvio para os leitores, mesmo sem ter estado lá, que ele está muito atrás deles em seus julgamentos.

Esta tarefa está relacionada com reconhecer o estado emocional do outro. Ser capaz de fazer isso é valioso no poker porque é útil saber quem na mesa está irritado ou feliz, relaxado ou tenso, aborrecido ou ocupado, cansados ou energizado, desesperado ou confiante, já que esses estados emocionais vão afetar poderosamente como eles jogam.

Teste (e melhore) sua capacidade de ler as emoções dos outros

Como você está na leitura de estados emocionais de outras pessoas?

Alguns anos atrás, um dos blogs New York Times publicou um teste que pediu ao leitor para identificar a emoção que está sendo exibido nas fotos de olhos das pessoas. Aqui está o teste, se você ficou curioso.

Depois deste teste, estude a possibilidade de um outro exercício. A próxima vez que você jogar poker ao vivo com estranhos, seja em um torneio ou um jogo a dinheiro, assim que sentar, olhe rapidamente, em cada um dos outros jogadores e tente resumir o estado emocional de cada um com apenas um palavra, a julgar por suas expressões faciais. Então, reuna mais informações ao longo do tempo, a partir de sua conversa, linguagem corporal, e assim por diante, veja se seu julgamento inicial rápida foi correto.

Você consegue fazer isso? Se não, a boa notícia é que esta é uma habilidade que pode ser aprendida, em que qualquer pessoa pode ficar melhor com a prática diligente, mesmo aqueles com incapacidades relacionadas com a emoção.

Traduzido e Adaptado de PokerNews

Escrito por Robert Woolley

Gostou do Artigo ? Curta, Compartilhe, Espalhe o conhecimento.

E assine nossa Newsletter, mantenha-se sempre atualizado e aumente seus lucros no Poker.

Receba notificações de cada nova publicação no seu e-mail, em primeira mão.

Author: Setembrino Lusa

Engenheiro de Software e apaixonado pela arte e psicologia do Esporte da Mente, estudioso do poker, idealizador e criador do Eh Poker Blog.